Banco do Nordeste investe R$ 13,1 bilhões em microcrédito em 2019

O Banco do Nordeste impulsionou a economia dos nove estados da Região, do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo com o investimento de R$ 13,1 bilhões em microcrédito em 2019, por meio de seus dois programas: o urbano (Crediamigo) e o rural (Agroamigo). O valor é 14% maior do que o registrado no ano anterior. 

O Crediamigo desembolsou R$ 10,6 bilhões para microempreendedores das cidades da área de atuação do BNB, 18% a mais do que em 2018, com operações cujo ticket médio giram em torno de R$ 2 mil. O Agroamigo aplicou R$ 2,5 bilhões, destinados a produtores beneficiados pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). O Agroamigo atende clientes com renda bruta familiar anual de até R$ 23 mil. Contudo, o Banco dispõe ainda da linha Agroamigo Mais, voltada para clientes com renda anual de até R$ 360 mil. 

Juntos, os dois programas são responsáveis por mais de 5 milhões de operações no ano. O microcrédito urbano supera 4,5 milhões de empréstimos e o rural registra 495,6 mil contratos. O Banco do Nordeste atendeu 3,65 milhões de clientes de microcrédito em 2019: 2,38 milhões pelo Crediamigo e 1,27 pelo Agroamigo. A carteira ativa tanto do programa urbano quanto do rural em dezembro de 2019 era de R$ 4,7 bilhões cada. 

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, destaca que o microcrédito atua na base da pirâmide social e oferece oportunidades ao público não bancarizado. “O Crediamigo e o Agroamigo são ferramentas importantes que o BNB utiliza para cumprir sua missão de ser o banco de desenvolvimento da Região. Além do recurso financeiro, os agentes de microcrédito também oferecem orientação para melhor aplicação do crédito”, diz ele. 

Há mais de 20 anos, o Crediamigo oferece, a empreendedores dos setores informal ou formal da economia, de forma desburocratizada, capital para investimento em móveis, utensílios, máquinas e equipamentos, reformas de instalações e seguros de vida. 

O Agroamigo completará 15 anos em 2020, com um histórico de mais de R$ 17 bilhões investidos. O programa financia, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), atividades agrícolas, pecuárias ou outras atividades não agropecuárias no meio rural, como turismo, agroindústria, pesca, serviços e artesanato. Entre as inovações do programa está a linha Agroamigo Sol, que financia a implantação de sistemas de micro e minigeração de energia solar e outras fontes renováveis para abastecimento domiciliar, bombeamento de água, irrigação, dessalinização e eletrificação de cercas. Para 2020, o Agroamigo possui dotação de R$ 3 bilhões para investir na área de atuação do Banco do Nordeste.

banco-do-nordeste
Programas Crediamigo e Agroamigo registram mais de 5 milhões de operações em 2019 (Foto: Divulgação)

               

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.