VBP da lavoura de soja apresenta melhor perspectiva para o ano

O valor bruto da produção das principais lavouras do país para este ano é de R$ 367,8 bilhões. A estimativa é do Valor Bruto da Produção (VBP) de fevereiro, calculado pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

As lavouras de soja são as que apresentam a melhor estimativa, com R$ 124 bilhões de reais, seguidas pelo milho, cana-de-açúcar e café.

O Valor Bruto da Produção, VBP, é elaborado com base nos preços médios recebidos pelos produtores dos 26 principais produtos agropecuários do Brasil e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento rural.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o VBP total da lavoura e da pecuária de fevereiro de 2017 foi estimado em 548 bilhões de reais para este ano, 3,2% superior ao registrado no ano passado.

O Ministério destacou que o desempenho positivo da safra atual, com o aumento da produção de alimentos e outros produtos, culmina no recorde do VBP deste ano, que será o maior dos últimos 30 anos.

soja

Anúncios

Ministério da Agricultura interdita frigoríficos e afasta 33 servidores

Três frigoríficos foram interditados e 33 servidores envolvidos na Operação Carne Fraca destituídos das funções que ocupavam no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), anunciou o secretário-executivo da pasta, Eumar Novacki. As medidas foram tomadas em função da operação desencadeada nesta sexta-feira (17/03) pela Polícia Federal, que investiga o pagamento de propina para obtenção de licenças sanitárias.

O secretário observou que o corpo técnico do Mapa é altamente qualificado e que o sistema de inspeção federal é robusto, sendo submetido a avaliações constantes, incluindo as de autoridades sanitárias estrangeiras por parte de 150 países importadores de carnes brasileiras. “Não vamos tolerar desvios e atos de corrupção. Estamos tomando medidas enérgicas em relação a servidores e empresas e compartilhando informações com a Polícia Federal e com o Ministério Público”, disse Novacki.

As intervenções do Mapa ocorreram no frigorífico da BRF de Mineiros (GO), de abate de frangos, e nas unidades da Pessin em Jaraguá do Sul (SC) e em Curitiba (PR), que produzem embutidos (mortadela e salsicha). Em relação aos servidores, estão sendo abertos processos administrativos. “Cabe ressaltar que há processos que foram abertos já no passado, em fase de investigação, e que estamos dando todo o suporte à PF”, ressaltou o secretário. “As primeiras denúncias do caso divulgado hoje ocorreram há quase sete anos e, há dois anos, foram iniciadas as investigações culminado com as prisões e conduções coercitivas”, acrescentou.

O secretário enfatizou que o Mapa não admite atos ilícitos e apoia integralmente quaisquer ações que visem coibi-los. Além de desenvolver ações próprias, assinalou, o Ministério da Agricultura tem parcerias com outros órgãos federais para fornecer dados, coletas oficiais de amostras, análises laboratoriais e resultados de ações fiscalizatórias.

Novacki admitiu preocupação com repercussão no exterior, observando que o Brasil é um grande player no mercado internacional do agronegócio. Mas ressaltou que as denúncias se referem a casos isolados e que o produto brasileiro tem reconhecimento no exterior.

994a1dc9-d3c0-464c-b3b2-fbf20bf7c7d5
Foto: Carlos Silva / Mapa / Divulgação

 

 

Vacinação contra a febre aftosa: AM e PA são os primeiros estados a imunizar rebanhos

A partir desta quarta-feira (15/03), começa oficialmente a vacinação contra a febre aftosa no Brasil. Os estados do Amazonas e do Pará são os primeiros do calendário. Nessas áreas, todo o rebanho bovino e bubalino deverá ser imunizado. A estimativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de que, no primeiro semestre deste ano, sejam imunizados 1,325 milhão de animais no Amazonas e 20,111 milhões no Pará.

No primeiro semestre de 2016, foram vacinados 985.634 animais no Amazonas. O número de bovinos e de bubalinos no Pará, também no primeiro semestre do ano passado, foi 19,939 milhões de cabeças.

A vacinação no Amazonas compreende duas áreas do estado: a zona não livre e zona livre com vacinação. Na zona não livre, ao longo do Rio Amazonas, o período começa nesta quarta-feira e vai até 30 de abril. Na zona livre com vacinação, no sul de Canutama e Lábrea, o período vai de 15 de abril a 15 de maio, e na Boca do Acre e Guajará, de 1º a 30 de maio.

Em parte do estado do Pará a vacinação vai de 15 de março (hoje) a 30 de maio e, em, Roraima será de 1º de abril a 15 de maio. Rondônia aplica a dose contra a aftosa de 15 de abril a 15 de maio em animais com idade até 24 meses.

Vacinação

Para que a imunização aconteça é preciso seguir as seguintes recomendações:

• Mantenha a vacina no gelo até o momento da aplicação

• Escolha a hora mais fresca do dia e reúna o gado. Mas, lembre-se: só vacine bovinos e búfalos

• Durante a vacinação, mantenha a seringa e as vacinas na caixa térmica e use agulhas novas, adequadas e limpas. A higiene e a limpeza são fundamentais para uma boa vacinação

• Compre as vacinas somente em lojas registradas

• Verifique se as vacinas estão na temperatura correta: entre 2° C e 8° C

• Para transportá-las, use uma caixa térmica, coloque três partes de gelo para uma de vacina e lacre

• Agite o frasco antes de usar e aplique a dosagem certa em todos os animais: 5 ml

• O lugar correto de aplicação é a chamada tábua do pescoço, podendo ser no músculo ou abaixo da pele. Aplique com calma

• Lembre de preencher a declaração de vacinação e de entregá-la no serviço veterinário oficial do seu estado junto com a nota fiscal de compra das vacinas

noticias_1429215337

Curtas

1. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário repassou R$ 8,5 milhões para 6.361 agricultores familiares. A ação acontece através do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA.

2. Publicada Instrução Normativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que fortalece o controle da gripe aviária. As medidas visam evitar que doença – presente em dezenas de países – contamine aviários do país.

3. A Conab realiza na próxima quinta-feira (09/03) o quarto leilão de venda de café do ano. Serão ofertadas 147,47 mil sacas de 60 kg de café arábica, por meio do Sistema Eletrônico de Comercialização, na modalidade mista. Os grãos estão em armazéns de Minas Gerais.

4. Armazenadores ou depositários de arroz dos estados do RS e SC têm até o dia 17 deste mês para participar da pesquisa de estoques privados de arroz realizada pela Conab. O levantamento, feito anualmente, contribui para o planejamento de políticas públicas de fomento à produção agrícola e de abastecimento alimentar.

gripe-aviaria