Curtas

1. No leilão GDT desta terça-feira (15/08), os preços médios dos lácteos comercializados indicaram estabilidade, com pequena queda (de apenas 0,4%) em relação ao último leilão, fechando a US$ 3.339/tonelada. A manteiga recuou 1,3% e fechou com média de US$ 5.735/tonelada e, por outro lado, o queijo cheddar conseguiu leve recuperação em relação ao leilão anterior, fechando em média de US$ 4.005/tonelada (alta de 1,4%).

2. A Conab realizou operações de incentivo ao escoamento de milho do Centro-Oeste. No total, foram negociadas 748 mil toneladas de produtos dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Novas operações de Pepro e PEP ocorrerão na próxima quinta-feira (17/08). Serão 240 mil toneladas de PEP e 578 mil toneladas de Pepro.

3. Estão abertas, até o próximo domingo (20/08), as inscrições para a contratação temporária de 300 veterinários para trabalhar na inspeção nas linhas pré e pós-morte (antes e depois do abate) de frigoríficos. O salário é de R$ 6.710,58. A Escola de Administração Fazendária (Esaf) é a organizadora responsável pela seleção.

4. Associações e grupos de agricultura familiar interessados em vender para a Companhia Nacional de Abastecimento podem se inscrever até o próximo dia 23/08. Mais informações no site da Conab.

5. O Diário Oficial da União publicou uma instrução normativa com a regulamentação do Programa de Regularização Tributária Rural. O programa permite a renegociação dos débitos dos produtores rurais que venceram até 30 de abril e também de quem adquiriu suas produções, como frigoríficos, laticínios e cooperativas. Os interessados devem protocolar a adesão até 29 de setembro.

6. A Receita Federal liberou o programa para quem está obrigado a fazer a Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural referente ao exercício 2017. O prazo para entrega é 29 de setembro. A previsão é que sejam entregues 5,4 milhões de declarações. A multa por atraso é de 1% ao mês calendário ou fração sobre o imposto devido. Mais informações no site da Receita Federal.

7. As vendas externas de milho dispararam em julho, com alta de 122%. As exportações totais do setor no mês passado somaram US$ 8,26 bi, com acréscimo de 5,8% em relação ao mesmo mês de 2016. Os principais destinos foram Irã (623 mil t), Egito (359 mil t), Vietnã (306 mil t), Israel (152 mil t), Malásia (150 mil t) e Coreia do Sul (133 mil t).

PlantaodeMilho1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s